Festa do Colono resgata a tradição da produção de farinha de mandioca

Engenho funcionará ao lado da Cabana no Colono

A 35ª Festa Nacional do Colono, que inicia na quinta-feira (26) e segue até domingo (29) no Parque do Agricultor, terá um engenho de farinha de mandioca. O engenho fica ao lado da Cabana do Colono e foi restaurado pela Fundação Genésio Miranda Lins (FGML). Quem quiser conferir a produção artesanal poderá visitar o local no sábado e domingo, a partir das 10h30.

Segundo o superintendente da Fundação Genésio Miranda Lins, Paulo Maes, o objetivo é preservar a memória da produção artesanal de artigos coloniais. ‘’Queremos levar ao público conhecimentos sobre as práticas culturais e populares que foram extintas nas rotinas atuais’’ destaca.

O engenho já existe há cerca de 60 anos, todo em madeira, sendo que a FGML realizou a restauração de algumas peças. Para produzir a farinha, o maquinário recebe cinco quilos de goma de mandioca e 60 milímetros de água. Nele o produto é deixado para secar aos poucos, ao ponto de torrar, e é servido imediatamente, enquanto ainda está quente.

___________________________
Informações adicionais: 
Fundação Genésio Miranda Lins
(47) 3348-1886

Fonte: Site da Prefeitura de Itajaí

Comentários

comentários